Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais sobre mim

foto do autor





Mais caro nem sempre é melhor

Sábado, 04.08.12

 Quando somos pais queremos o melhor para os nossos bebés, mas nem sempre o mais caro é o que resulta melhor ou o preferido dos nossos filhos. Também acho que nos sentimos bem no nosso papel de pais quando o conseguimos fazer.

Só quero mostrar aqui que os nossos bebés não ligam ao preço que pagamos pelas coisas nem gostam delas na proporção do que custam.

 

Alguns exemplos no meu caso são:

1 - As primeiras colheres: Quando chegou a hora de introduzir os alimentos sólidos ao meu filho, comprei colheres caras de silicone de quase 5€ cada, que só usei 1 ou 2 vezes. As que resultam melhor e que uso sempre são 6 (3 pares) que comprei no IKEA por 1.99€.

2 - Brinquedos: Mais uma vez optámos pelo melhor, comprámos vários de marca Chicco, mas mais uma vez os preferidos do bebé são os baratinhos do IKEA, não 1, mas os 2 que mostro em baixo e que custaram 1.99€ cada.

 

TORVA roca, verde Comprimento: 14 cm

---

Acho que isto se aplica a outros campos da nossa vida.

Apesar de tudo, não se deve achar que o mais caro é pior. Deve-se analisar cada produto nas suas características e funcionalidades e pensar racionalmente se compensa comprar o mais caro ou mais barato, porque também é verdade que muitas vezes «O barato sai caro».

Autoria e outros dados (tags, etc)



calendário

Maio 2015

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31